Sanofi e Regeneron lançam Praluent (alirocumabe) no Brasil

Fonte: Sanofi

No mundo, diariamente, milhões de pessoas lutam para se manter dentro das metas de colesterol. Algumas delas, mesmo sendo tratadas com as doses máximas toleradas de estatina, não conseguem baixar o LDL. Outras sofrem com o diagnóstico de hipercolesterolemia familiar (HF), quando o colesterol alto é herdado geneticamente – estima-se que são 14 a 34 milhões de pessoas no mundo tenham a doença, sendo 800 mil apenas no Brasil1. É nesse cenário que a Sanofi e a Regeneron lançam Praluent (alirocumabe), um anticorpo monoclonal totalmente humano, administrado com caneta aplicadora por via subcutânea, para o tratamento de pacientes com hipercolesterolemia (elevação do colesterol) primária (familiar heterozigótica e não familiar), que não atingem suas metas de colesterol LDL com o tratamento padrão a base de estatinas e mudanças do estilo de vida.

O alirocumabe é um inibidor da PCSK9 (pró-proteína convertase subtilisina/quexina tipo 9) e funciona, aumentando o número de receptores de liproproteína de baixa densidade (LDL), reduzindo assim os níveis do colesterol LDL no sangue. Praluent já é comercializado nos Estados Unidos, União Europeia, Canadá, México e Japão.

“É uma opção de tratamento importante para um grupo de pacientes que hoje está sob alto risco de ter um infarto, um derrame ou que não tolera o tratamento com estatinas por causa de efeitos adversos", explica André Faludi, cardiologista presidente do Departamento de Aterosclerose da Sociedade Brasileira de Cardiologia. Praluent está disponível em duas dosagens, 75 mg e 150 mg, ambas para serem administradas a cada duas semanas em aplicação única de 1 mL. “Essas duas dosagens significam dois níveis de eficácia do medicamento, dando ao médico a flexibilidade para que ele avalie qual é a melhor dose para cada paciente”, afirma Faludi.

Estudo ODYSSEY avalia os resultados da PCSK9 no Brasil e em vários países

Com o objetivo de avaliar a eficácia e a segurança de alirocumabe, a Sanofi e a Regeneron desenvolvem um conjunto de estudos clínicos, o Programa ODYSSEY. Desde 2003, grupos de pesquisadores diferentes conseguiram identificar a PCSK9, uma proteína presente no sangue que reduz o número de receptores de LDL nas células do fígado. Quanto mais PCSK9 na corrente sanguínea, mas LDL livre no sangue porque há poucos receptores desse tipo de colesterol para levá-lo para dentro do fígado, onde é metabolizado. A inibição da PCSK9 aumenta a disponibilidade dos receptores LDL nas células do fígado, reduzindo o nível de colesterol ruim na corrente sanguínea.

“De acordo com resultados já publicados dos estudos do programa ODYSSEY, alirocumabe reduziu o colesterol LDL em até cerca de 60% adicionalmente ao tratamento padrão com estatinas”, analisa Luciana Giangrande, diretora médica da Sanofi para a América Latina. O programa ODYSSEY inclui 16 estudos globais de Fase 3 que, quando concluídos terão avaliado cerca de 25 mil pacientes em mais de 2 mil centros de estudos em vários países, inclusive no Brasil. Um desses estudos é o ODYSSEY OUTCOMES, que pesquisa a capacidade de alirocumabe de reduzir eventos cardiovasculares como infarto ou derrame. O Brasil participa do ODYSSEY OUTCOMES com 928 pacientes e é o 3º maior recrutador de voluntários para esse estudo global, atrás apenas de Estados Unidos (1º lugar) e Rússia (2º lugar). Os resultados do ODYSSEY OUTCOMES estão previstos para o final de 2017.

Colesterol, hipercolesterolemia e doenças cardiovasculares em números O colesterol LDL elevado é um importante fator de risco para doenças cardiovasculares.2Estimativas da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) indicam 349.938 mortes por doenças cardiovasculares em 2016 no Brasil.3Ainda segundo dados da SBC, de 2004 a 2013, as doenças cardiovasculares foram responsáveis por cerca de 3 milhões de óbitos, o que equivale a 29% do total e a uma morte a cada 40 segundos.3As mortes por doenças cardiovasculares no Brasil são duas vezes o número de óbitos por todos os tipos de câncer juntos.3De 14 a 34 milhões de pessoas têm hipercolesterolemia familiar (HF) em todo o mundo.4No Brasil, estima-se que 800 mil pessoas tenham HF.

Esclarecimento

A área Empresas em Foco publica notícias elaboradas e enviadas pelas empresas filiadas ao Sindusfarma; seu conteúdo é de exclusiva responsabilidade das empresas e não reflete anuência nem posições ou opiniões da entidade.

Fonte: http://sindusfarma.org.br/cadastro/index.php/site/ap_empresas/empresa/1527

Com outras categorias, farmacêuticos cobram data-base e marcam paralisação para terça, 14 de março

Por: Comunicaço Sindifato

Com a falta do cumprimento do acordo que previa o pagamento da data-base acumulada entre 2013 e 2016 aos servidores da Saúde de Formo do Araguaia, os farmacêuticos da cidade e as outras categorias da área marcaram, para esta terça-feira, 14 de março, uma paralisação de atividades. A paralisação, decidida em assembleia geral dos servidores da saúde do município, é de 48 horas e, portanto, prossegue na quarta-feira, 15 de março.

Na semana passada, o presidente do Sindifato (Sindicato dos Farmacêuticos do Tocantins), Pedro Henrique Goulart Machado Rocha, esteve na cidade e participou de mobilização dos servidores da Saúde que exigem a data-base. “Nossos colegas farmacêuticos do interior precisam de todo o respaldo do sindicato e por isso fomos lá. Vamos seguir apoiando e reforçar a luta pelo pagamento data-base, que é um direito de todos”, salientou Pedro Henrique, ao dizer que já são três anos acumulando perdas salariais para a categoria.

A mobilização, que contou com carro de som e passeata, ocorreu após a falta de resposta por parte da Prefeitura de Formoso do Araguaia ao ofício conjunto do Sindifato e dos sindicatos dos profissionais de enfermagem e dos cirurgiões dentistas.

A marcha foi até a prefeitura para cobrar o cumprimento do acordo. Tentando evitar a paralisação e a greve, o prefeito da cidade, Wagner Coelho de Oliveira, o Wagner da Gráfica, apresentou uma proposta para pagamento da data-base. A proposta será analisada em nova assembleia geral no dia 14 de março e, se aceita, a paralisação não se estenderá. Caso as categorias julguem a proposta como insatisfatória, a paralisação segue e a greve continuará marcada para o dia 21 de março.

Localizada a 320 km de Palmas, Formoso do Araguaia tem população estimada em 18,7 mil habitantes.

Fonte: http://surgiu.com.br/2017/03/13/com-outras-categorias-farmaceuticos-cobram-data-base-e-marcam-paralisacao-para-terca-14-de-marco

Cewin® lança aftermovie do Carnaval de Salvador

São Paulo, março de 2017 – Quem não se lembra dos primeiros vídeos dos grandes festivais de música eletrônica divulgados nas redes sociais? Inspiradores e fundamentais, os aftermovies criam um interesse no público em estar lá e em participar ativamente da festividade. Cewin®, medicamento da Sanofi indicado para o reforço da imunidade1, lança em seu canal oficial no Youtube, no dia 9 de março, o seu primeiro aftermovie em parceria com o influenciador Tiago Lopes.

Com o tema “Cewin®, a vitamina C que reforça a imunidade para o vai e vem da vida!”, o youtuber Tiago Lopes, famoso por registrar um festival de música eletrônica em 2016 e que alcançou mais de 14 milhões de visualizações, acompanhou e registrou os cinco principais dias do Carnaval – de 23 a 27 de fevereiro – de Salvador (Bahia) com muita animação e disposição.

“A nossa ideia foi transportar os consumidores para o evento, por meio de uma experiência imersiva inédita, permitindo-os passear pelas cenas e vivenciar o Carnaval em Salvador por um novo ângulo que aproxime e mostre como realmente é vivenciar a festividade. Esta é uma oportunidade única, especialmente, porque a agitação move os foliões. Por isso, é importante reforçar a imunidade com Cewin® que age como um auxiliar do sistema imunológico para o vai e vem da vida”, afirma Vinicius Santos, Diretor de Marketing de Consumer Healthcare da Sanofi.

De forma bem-humorada e descontraída, o aftermovie de Cewin® traz a cobertura de Tiago Lopes no circuito Barra-Ondina. Ele mostra, por exemplo, como é feita a customização dos abadás, os principais blocos, as fantasias dos foliões, como são e funcionam os camarotes e também a ‘pipoca’, entre outras atividades disponíveis no carnaval da capital baiana.
Para mais informações sobre a marca e para acompanhar o lançamento do vídeo, acesse o canal da marca: Cewin Oficial https://www.youtube.com/channel/UCO8-3NV7Yew0LkoctNduvFA/videos. O vídeo ainda pode ser conferido no perfil do influenciador FB.com/tiagolopes.com.br e no Youtube.com/tiagolopesoficial.

Referência bibliográfica

CEWIN® (ácido ascórbico). Indicações: estados de deficiência ou aumento das necessidades de vitamina C, como auxiliar do sistema imunológico e nas fases de crescimento. M.S. 1.1300.1013. Última revisão: 17/03/2014. SE PERSISTIREM OS SINTOMAS O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.
CEWIN® não deve ser usado em caso de doença grave nos rins.

Sobre Cewin
Cewin é um medicamento que possui em sua fórmula uma substância denominada ácido ascórbico ou vitamina C. Cewin combate a deficiência desta vitamina no organismo e está indicado em todos os estados em que há necessidade de vitamina C no organismo. A vitamina C é usada ainda como auxiliar do sistema imunológico e nas fases de crescimento. São 4 apresentações: Cewin® Gotas (200mg/ml), Cewin® Comprimidos de Liberação Prolongada (500mg), Cewin® Comprimidos Efervescentes (500mg) e Cewin® Comprimidos Efervescentes (1g).
NÃO USE ESSE MEDICAMENTO EM CASO DE DOENÇA GRAVE NOS RINS. SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.

Fonte: http://www.maxpress.com.br/Conteudo/1,891108,Cewin_lanca_aftermovie_do_Carnaval_de_Salvador,891108,9.htm

E-commerce da Drogasil recebe prêmio

Varejista foi consagrada como “Loja Mais Querida de 2016”

O site da Drogasil foi considerado a “Loja Mais Querida de 2016”, na categoria Saúde da 14ª edição do Prêmio Ebit. “Esse é o melhor reconhecimento que podemos ter dos nossos clientes e entre concorrentes fortes na internet”, afirma o diretor de vendas multicanal da Raia Drogasil, Diego Kilian.

A premiação é uma das mais tradicionais do comércio eletrônico. No total, foram mais de um milhão de votos contabilizados. O objetivo é reconhecer lojas on-line, executivos e plataformas de e-commerce que se destacaram ao longo do ano.

Fonte: Assessoria de Imprensa Drogasil (RP 1)

Fonte: http://www.guiadafarmacia.com.br/noticias/mercado/11318-e-commerce-da-drogasil-recebe-premio

Sandoz anuncia os vencedores da primeira edição do desafio Healthcare Access Challenge (Sandoz HACk) para levar acesso à saúde para as pessoas

A Sandoz, divisão de genéricos e biossimilares da Novartis, anunciou hoje (13/3) os três vencedores da edição inaugural do desafioHealthcare Access Challenge(Sandoz HACk). Os ganhadores, escolhidos por um painel de juízes no evento Wired Health 2017,em Londres, identificaram abordagens inovadoras para enfrentar desafios de saúde em Gana, nas Maldivas e nas Filipinas.

Todas as ideias vencedoras propuseram novas formas de utilizar tecnologias móveis para conectar pacientes com cuidadores e medicamentos essenciais, abordando questões de acesso específicas de cada país. As soluções, porém, têm potencial para serem aplicadas em outras partes do mundo.

Os três ganhadores foram escolhidos entre seis finalistas, de um total de aproximadamente 150 ideias inscritas de 30 países. Todos os seis finalistas apresentaram seus projetos para um painel de juízes no Wired Health 2017, como parte do evento “HACk – Ao vivo em Londres 2017".

Ao anunciar os vencedores, o CEO e presidente da Sandoz, Richard Francis, disse: "apesar de todos os avanços na medicina moderna, o acesso universal aos cuidados de saúde ainda é, indiscutivelmente, a maior necessidade médica não atendida em todo o mundo".

"Nós acreditamos que as maiores mudanças geralmente vêm de ideias simples, porém incríveis – e que a única coisa entre uma ideia boa e uma ideia incrível é, normalmente, apenas um pouco de suporte na hora certa. Vejo o futuro da medicina sendo direcionado por uma forte colaboração entre empresas de saúde e parceiros externos. O Sandoz HACk é uma maneira de tentar fazer desta visão uma realidade ", adicionou Francis.

Roberto Ascione, CEO da Healthware International e membro do painel de julgamento do Sandoz HACk 2017, afirmou: "aumentar o acesso aos cuidados de saúde é um dos principais desafios que a humanidade enfrenta hoje. Nenhuma pessoa ou organização pode resolver essa questão por conta própria. É por isso que todos nós precisamos trabalhar juntos para encontrar soluções práticas para problemas reais. É disso que o Sandoz HACk se trata e, dessa forma, estou orgulhoso de fazer parte desta grande iniciativa de acesso".
Para ajudar no suporte para o desenvolvimento das ideias finalistas, antes de lançá-las no Wired Health 2017, todos os seis projetos tiveram a chance de receber feedback da OpenIDEO, uma comunidade global de pensadores criativos, tecnólogos e outros interessados em ajudar os empreendedores sociais. Esse feedback também foi complementado por contribuições de especialistas da Sandoz.
Os três vencedores, que agora receberão um fundo de 20 mil euros cada para "fazerem suas ideias ganharem vida", assim como apoio contínuo de especialistas Sandoz, são:

Blood Drive – Nas Maldivas, um em cada 120 recém-nascidos nascem com Thalassemia. 85% dessas crianças não chegam aos cinco anos se não receberem transfusão de sangue regularmente. Mesmo que os nativos da ilha doem, é muito difícil conseguir bancos de sangue suficientes. A ideia de Mohammed Shuraih e Yameen Rasheed tem o objetivo de ligar os moradores da ilha por meio de um sistema de coleta de dados dos hospitais que será atualizado quando tiver um programa de doação de sangue, usando um alerta de geolocalização para que todos na proximidade possam doar.
Save-a-life – Nas Filipinas, os primeiros-socorros são atribuições que devem ser incluídas e mantidas na educação básica, por ser uma boa maneira de agilizar o atendimento, uma vez que as ambulâncias têm dificuldade para encontrar e ter acesso rápido a pessoas acidentadas. A ideia de Joel Alejandro e Andrea Relucio é criar um aplicativo que ajude os filipinos que não tiveram o conhecimento de primeiros-socorros com guias visuais, enquanto eles notificam o serviço de emergência.
GoPharma – Em Gana, os farmacêuticos geralmente não trabalham em áreas rurais e as farmácias não têm funcionários qualificados. A ideia de Elvin Blankson e Priscilla Adu-Darko seria conectar os farmacêuticos das cidades com farmácias das áreas rurais para indicar virtualmente e ensinar como usar medicamentos, informar sobre suas contraindicações, entre outras orientações.

Sobre a Sandoz

A Sandoz é a divisão do Grupo Novartis líder global em medicamentos genéricos e biossimilares. Com o propósito de descobrir novas maneiras de melhorar e prolongar a vida, a empresa é provedora de medicamentos acessíveis e de alta qualidade, assegurando a comunidades de 160 países o acesso à saúde. Atualmente, os produtos da Sandoz chegam a mais de 500 milhões de pacientes e o objetivo da companhia é alcançar 1 bilhão de pessoas.

Com um portfólio de mais de mil moléculas, que abrange as principais áreas terapêuticas, a Sandoz se destaca no mercado global de biossimilares de alto nível tecnológico e em genéricos injetáveis, oftalmológicos, dermatológicos e antibióticos, bem como produtos para as áreas cardiovascular, metabólica, sistema nervoso central, dores, gastrointestinal, respiratória e hormonal. A companhia está sediada em Holzkirchen, na Alemanha, e registou vendas de US$ 10,1 bilhões em 2016.
Informações para a imprensa:
Conteúdo Comunicação

Deyvis Gomes
+55 11 5532 8390 / / 97259-0939 / deyvis.gomes@conteudonet.com

Catarina Bretas
+55 11 5532 4059
catarina.bretas@conteudonet.com

Patrícia Coutinho
+55 11 5056 9837
patricia.coutinho@conteudonet.com

Fonte: http://www.maxpress.com.br/Conteudo/1,891212,Sandoz_anuncia_os_vencedores_da_primeira_edicao_do_desafio_Healthcare_Access_Challenge_Sandoz_HACk_para_levar_acesso_a_s,891212,2.htm

Farmácia básica está com falta de medicamentos

Texto: Camila Paes

Remédios básicos, para dores musculares, de cabeça, diabetes, colesterol e pressão alta não são encontrados nas prateleiras da Secretaria de Saúde

Prateleiras quase vazias. Esta é a realidade da farmácia Básica da Prefeitura de Lages. Faltam remédios que, geralmente, são de uso contínuo. A Secretaria de Saúde explicou que isso acontece pela falta de licitação para a compra, desde novembro do ano passado.

Quem chega na farmácia básica, à Rua Pereira Oliveira, no Centro, com a receita para a retirada de medicamentos para pressão alta, colesterol, diabetes, dores musculares, febre, dor de estômago e antibióticos, sai de mãos vazias. A responsável pelo local, Bruna Eliane Sviercowski, confirma que, praticamente, todos os medicamentos estão em falta, e que isso ocorre pela falta de licitação.

Atualmente, a equipe faz um levantamento dos medicamentos mais retirados e, por consequência, saem mais rápido, para que seja realizada licitação nos próximos dias.

A secretária de saúde, Odila Waldrich, explica que a média de espera para a finalização de uma licitação é de 90 dias e, por causa disso, foi necessário fazer uma compra emergencial dos medicamentos. Ela informa que não há como precisar quantos remédios foram adquiridos nesse processo.

Os medicamentos comprados de forma emergencial ainda não chegaram e a previsão é que comecem a ser entregues no mês que vem. “O processo de licitação é bastante moroso. Para que isso não volte a acontecer, precisamos de planejamento, que não pode ser feito de um dia para outro”, explica Odila.

Relato_ O casal Jussara, 39, e Anderson Postali, 42, tem gasto, em média, R$ 500 mensalmente só com remédios. Anderson sofreu um infarto em 2015 e, desde então, toma 10 medicamentos por dia só para o coração, que juntos chegam a custar cerca de R$ 400. Além disso, toma antidepressivos, remédios para o estômago e para controlar o colesterol. Jussara está no quinto mês de gestação e também precisa tomar medicamentos regularmente. Com a falta de distribuição, a renda familiar foi atingida drasticamente.

Família gasta R$ 500 por mês

Com as receitas em mãos, a família Postali conta que percebeu a situação em dezembro passado, quando os primeiros remédios começaram a faltar. “Isso nunca aconteceu antes, anteriormente, se não tinha um remédio, não demorava muito para chegar e eles nos avisavam”, explica Anderson.

Preço_ Agora, todos os meses, eles precisam fazer pesquisa de preço nas farmácias, para encontrar os medicamentos mais baratos. Jussara faz o pré-natal pelo SUS e diz que o atendimento é ótimo, assim como para o marido. Entretanto, os dois não podem ficam sem medicação e sem a distribuição, não há outra solução além de comprar.
“Não pedimos nada extravagante, só queremos nosso direito constitucional de ter acesso à saúde. É uma coisa simples”, pondera Jussara.

Expectativa_ A coordenação da Farmácia Básica explica que, até a chegada de novos remédios, os profissionais da Secretaria da Saúde estão encaminhando pacientes para as farmácias populares, onde alguns medicamentos podem ser retirados gratuitamente e outros têm preço significativo. As medicações de alto custo não estão faltando. A expectativa, segundo Odila, é que em abril a situação seja normalizada.

Fonte: http://www.clmais.com.br/informacao/104450/farm%E1cia-b%E1sica-est%E1-com-falta-de-medicamentos

Vendas de medicamentos genéricos crescem 11,14% em janeiro, diz PróGenéricos

Estadão Conteúdo
13.03.17 – 10h27

As vendas de medicamentos genéricos registraram em janeiro crescimento de 11,14% em unidades na comparação com o mesmo mês do ano anterior. No total, foram comercializadas mais de 92 milhões de unidades em janeiro de 2017 contra 82,818 milhões no mesmo período do ano passado. Os dados são da Associação Brasileira das Indústrias de Medicamentos Genéricos (PróGenéricos) com base nos indicadores do IMS Health, instituto que audita o varejo farmacêutico no Brasil e no mundo.

O aumento foi puxado por um ganho da participação dos genéricos no total das vendas de medicamentos no País. O market share dos genéricos saltou de 29,82% em janeiro de 2016 para 31,93% em janeiro de 2017.

O crescimento dos genéricos foi 7,33 pontos porcentuais maior que os 3,81% de expansão verificados pelo mercado farmacêutico total, que engloba os genéricos, os similares e os medicamentos de referência.

Os medicamentos genéricos, por lei, custam em média 35% menos que os medicamentos de referência. Mas os descontos podem chegar a 60%, segundo a associação.

Fonte: http://istoe.com.br/vendas-de-medicamentos-genericos-crescem-1114-em-janeiro-diz-progenericos

Com duas novas turmas, pós da ESPM-Sindusfarma inicia aulas em 2017

5ª e 6ª turma de Pós-Graduação ESPM-Sindusfarma
Tiveram inicio na quarta-feira (8/3) a 5ª e a 6ª turma do curso de Pós-Graduação em Gestão de Negócios com Ênfase no Mercado Farmacêutico, parceria entre a ESPM e o Sindusfarma.

Devido a grande procura pelo curso, que recebeu 53 inscrições, a Escola Superior de Propaganda e Marketing organizou duas turmas. As primeiras disciplinas serão compostas por gestão de marketing, marketing farmacêutico e gestão de processos.

Com quatro semestres de duração, totalizando 360 horas de curso, com aulas às quartas-feiras e um sábado por mês, a pós-graduação tem por objetivo desenvolver gestores para atuarem no mercado farmacêutico, oferecendo ferramentas para análise, planejamento, implementação e controle das estratégias empresariais.

Fonte: http://sindusfarma.org.br/cadastro/index.php/site/ap_noticias/noticia/1526

Bayer lança novo canal para estreitar relacionamento com todos os profissionais da farmácia

Segunda, 13 Março 2017 13:53 Escrito por Bruna Almeida

Portal lançado recentemente oferece cursos de qualificação em parceria com instituições de ensino

Com o objetivo de se aproximar ainda mais das farmácias e preocupada em oferecer conteúdo de qualidade a todos os públicos da cadeia de vendas, a Bayer lança seu novo website Bayer na Farmácia (www.farmacia.bayer.com.br), portal criado para estreitar o relacionamento da multinacional alemã com as farmácias de todo o Brasil.

A plataforma online reúne conteúdos exclusivos Bayer sobre produtos, informações relevantes para o dia a dia, além de oferecer cursos de qualificação para esses profissionais. “É importante entender que esses profissionais são fundamentais no atendimento ao cliente e no esclarecimento de dúvidas. Para isso, repensamos um canal que já existia e que era exclusivo para os farmacêuticos, reformulamos e ampliamos em uma nova estrutura que pode auxiliar também aos balconistas e aos gerentes”, afirma Marcelo Bonato, Diretor Comercial e de Efetividade de Negócios na Bayer.

Em parceria com a Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), a grade de cursos oferecidos para esse público permite acumular pontos que, posteriormente, podem ser trocados por benefícios e brindes. Temas como "Regulatórios Aplicados ao Segmento Farma" e “Logística Aplicada às Farmácias” serão tratados ainda nesse semestre.

A Bayer, que já possui um relacionamento sólido com a classe farmacêutica por meio do antigo portal Universo Farmacêutico, continua a disponibilizar para a classe conteúdos específicos e treinamentos focados na área por meio da nova plataforma Bayer na Farmácia. São dois cadastros diferentes. Um exclusivo e específico para os farmacêuticos, mais focado em produtos e com cursos especiais, e outro direcionado a vendas e gestão, voltado para os demais profissionais da farmácia como balconistas, gerentes de loja, caixas, entre outros. “Para os farmacêuticos, novos e exclusivos cursos continuam a ser oferecidos, só que agora em uma nova casa e com muito mais conteúdo”, explica Bonato.

Para acessar o portal, basta preencher um cadastro simples composto por nome, CPF, CRF (para farmacêuticos), e-mail e telefone celular.

Além de todo o conteúdo e dos cursos oferecidos, existe ainda a opção de receber newsletters com as novidades do portal.

Bayer: Ciência para uma vida melhor

A Bayer é uma empresa global focada em Ciências da Vida nas áreas de cuidados com a saúde humana e animal e agricultura. Seus produtos e serviços são desenvolvidos para beneficiar as pessoas e melhorar sua qualidade de vida. Além disso, a companhia objetiva criar valor por meio da inovação. A Bayer é comprometida com os princípios do desenvolvimento sustentável e com suas responsabilidades sociais e éticas como uma empresa cidadã. Em 2016, o grupo empregou cerca de 115 mil pessoas e obteve vendas de € 46.8 bilhões. Os investimentos totalizaram € 2.6 bilhões e as despesas com Pesquisa & Desenvolvimento somaram € 4.7 bilhões. Esses números incluem os negócios de polímeros de alta tecnologia, que foram lançados no mercado de ações como companhia independente nomeada Covestro, em 06 de outubro de 2015. Para mais informações, acesse www.bayer.com.br.

Fonte: http://www.segs.com.br/saude/55978-bayer-lanca-novo-canal-para-estreitar-relacionamento-com-todos-os-profissionais-da-farmacia.html

Simulador de Glaucoma alerta para os riscos da falta de tratamento

Postado Em 13/03/2017 por Redação do Paranashop

Em apoio à Semana Mundial do Glaucoma, realizada de 12 a 18 de março, a Novartis disponibilizará para profissionais de todo o país 10 mil óculos de realidade virtual que simulam o agravamento da doença. O objetivo é auxiliar oftalmologistas a conscientizarem os pacientes sobre as consequências do abandono do tratamento. A Semana Mundial é um alerta para a importância do diagnóstico precoce e à necessidade de cuidados com esta doença para evitar a cegueira.

O dispositivo da Novartis ajudará os especialistas a mostrarem o efeito do abandono do tratamento na visão de um paciente – o agravamento da doença pode levar à perda da visão. Estudos mostram que após 6 meses de cuidados com o glaucoma 50% dos pacientes deixam o tratamento3 e essa não adesão torna a doença a segunda maior causa de cegueira no mundo4.

“Glaucoma não tem cura, mas tem controle. Por isso o diagnóstico precoce e o acompanhamento adequado é fundamental para o prognóstico do paciente”, alerta o Dr. Cristiano Caixeta Umbelino, médico especialista em Glaucoma do Departamento de Oftalmologia da Santa Casa de São Paulo e membro da Diretoria do Conselho Brasileiro de Oftalmologia.

O simulador conta com um aplicativo para smartphone no qual é possível verificar na tela do aparelho as características do agravamento da doença. De maneira didática, o vídeo mostra a evolução do glaucoma, desde o seu início até uma fase final, e suas consequências. O aplicativo é gratuito e está disponível para os sistemas operacionais Android e iOS, na Google Play e na Apple Store, respectivamente.

A Novartis auxilia os profissionais de saúde no combate ao glaucoma e a outras doenças que atingem a população mundial, levando tecnologia e contribuindo com a educação dos pacientes.

O glaucoma

Geralmente assintomático em estágio inicial5, o glaucoma afeta a visão de forma lenta e progressiva e sua identificação ocorre muitas vezes em estágio avançado e é irreversível4. O diagnóstico precoce da doença é muito importante para restringir o avanço, por isso a realização de exames regulares com oftalmologistas é fundamental6.

O glaucoma atinge principalmente indivíduos acima dos 40 anos5. Os afrodescendentes, diabéticos e hipertensos também têm mais chances de desenvolver o glaucoma7. O histórico familiar e a miopia são também fatores de risco associados ao desenvolvimento da enfermidade7.

A OMS estima que 4,5 milhões de pessoas estão cegas por causa do glaucoma8. No Brasil mais de 2 milhões de pessoas têm a doença1,2.

A Semana Mundial do Glaucoma

A Semana Mundial do Glaucoma (World Glaucoma Week) tem o objetivo de educar as pessoas sobre a necessidade de cuidados com a doença e a importância do acompanhamento regular com o oftalmologista.

A doença não gera grandes sintomas até estar em um estado avançado e ela impacta a qualidade de vida do paciente, dos familiares e a sociedade. A Semana é uma iniciativa para conscientizar a sociedade sobre o impacto positivo da realização de um diagnóstico precoce do glaucoma.

Sobre Novartis

A Novartis oferece soluções inovadoras em saúde que atendam as necessidades dos pacientes e da população. Com sede na Basileia, na Suíça, a Novartis conta com um diversificado portfólio de produtos para atender estas demandas: medicamentos inovadores, genéricos e biossimilares e cuidados com os olhos. A Novartis é a única empresa global com liderança nessas áreas. Em 2016, as operações do Grupo atingiram vendas líquidas de US$ 48,5 bilhões e cerca de US$ 9 bilhões foram investidos em pesquisa e desenvolvimento. As empresas do Grupo Novartis empregam aproximadamente 118.000 colaboradores. Os produtos Novartis estão presentes em aproximadamente 155 países ao redor do mundo. Para mais informações por favor veja o site www.novartis.com

Referências

Sakata K, Sakata LM, Sakata VM et al. Prevalence of glaucoma in a South brazilian population: Projeto Glaucoma. Invest Ophthalmol Vis Sci. 2007 Nov;48(11):4974-9. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Projeção da população do Brasil e das Unidades da Federação. Disponível em: http://www.ibge-.gov.br/apps/populacao/projeção. Acesso em novembro de 2016 Nordstrom BL, Friedman DS, Mozaffari E et al. Persistence and adherence with topical glaucoma therapy. Am J Ophthalmol. 2005;140:598-606 Kingman S. Glaucoma is second leading cause of blindness globally. Bull World Health Organ. 2004;82(11):887–888. Acesso disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2623060/pdf/15640929.pdf As Condições de Saúde Ocular no Brasil – 2015; primeira edição. Conselho Brasileiro de oftalmologia. Disponível emhttp://www.cbo.net.br/novo/publicacoes/Condicoes_saude_ocular_IV.pdf. Último acesso em 15 de fevereiro de 2016. Site do Hospital de Olhos de São Paulo. Disponível em http://hospitaldeolhos.net/especialidades-glaucoma.asp Site Minha Vida. Disponível em http://www.minhavida.com.br/saude/temas/glaucoma. Último acesso em 09 de julho de 2015. Site OMS. Disponível em: http://www.who.int/blindness/causes/priority/en/index6.html. Último acesso em 15/2/2017

<thaynara.dalcin@conteudonet.com>

Fonte: http://paranashop.com.br/2017/03/simulador-de-glaucoma-alerta-para-os-riscos-da-falta-de-tratamento