Todeschini volta ao mercado e tenta ganhar visibilidade nacional

Indústria paulista Selmi, fabricante dos produtos Galo e Renata, licenciou a marca curitibana de massas e biscoitos

Jéssica Sant’Ana [24/04/2017] [19h45]

Apesar de a empresa ter fechado em 2013, a Todeschini retornou às prateleiras dos supermercados e agora busca ganhar notoriedade em todo o país. A indústria paulista Selmi, fabricante dos produtos Galo e Renata, licenciou a marca curitibana há três anos e começou a produzir massas e biscoitos com a embalagem Todeschini. O plano é recuperar o protagonismo da marca curitibana no Paraná e depois torná-la conhecida em todo o país.

LEIA MAIS sobre negócios e tecnologia

A Todeschini Alimentos foi fundada em Curitiba em 1885, pelo imigrante italiano Giuseppe Todeschini, e produzia massas, biscoitos e bolachas. A empresa foi a primeira fábrica nacional de massas do Sul do país e conseguiu se consolidar no mercado regional como a principal fabricante do setor. Mas uma crise financeira atingiu o negócio no início dos anos 2000, o que levou ao fechamento da empresa em 2013.

Da indústria centenária, sobrou somente a marca Todeschini, colocada à disposição do mercado para licenciamento. A indústria paulista Selmi, detentora das marcas Galo e Renata e que também atua no segmento de massas e biscoitos, adquiriu o licenciamento da marca curitibana e passou a ter direito a produzir e comercializar produtos com a embalagem Todeschini.

O diretor comercial da Selmi, Marcelo Guimarães, afirma que a similaridade entre as marcas foi um dos motivos que levaram ao licenciamento. “A Todeschini tem uma história similar em alguns aspectos com a Selmi. Ela é uma marca tradicional com mais de 100 anos de mercado, tem uma cultura ligada ao agronegócio e teve por anos gestão familiar.”

A Selmi foi fundada em 1887 no interior paulista pelo migrante italiano Adolpho Selmi para fabricação de macarrão. A empresa, que já está na quarta geração, ampliou os seus negócios e passou a fabricar massas e biscoitos sob as marcas Galo e Renata. Ela se tornou a segunda maior indústria de massas alimentícias do Brasil e tem mais de 300 itens no seu catálogo. Sua fábrica de biscoitos fica em Sumaré, no interior de São Paulo, e a de massas em Rolândia, na região metropolitana de Londrina, no Paraná.

Além da similaridade entre as marcas, a força da Todeschini no Paraná contribuiu para o licenciamento. Ao adquirir a licença, a Selmi passou a ter 40% de participação de mercado (market share) no setor de massas alimentícias no estado. “A marca Todeschini já foi em Curitiba e região líder de mercado. Ela já tem prestígio com o povo paranaense e também é conhecida em outros estados, principalmente em Santa Catarina e Mato Grosso”, explica Guimarães.
Reconstrução da marca

A Selmi trabalha agora para reconstruir a Todeschini. A marca e as embalagens ganharam um novo design e novos investimentos foram feitos para melhorar a distribuição e a exposição dos produtos nos pontos de venda. Estão sendo comercializados, atualmente, 39 itens Todeschini, entre massas e biscoitos.

Depois de fazer a marca recuperar o protagonismo estadual, a Selmi quer aproveitar a sua experiência nacional com os produtos Galo e Renata para tornar a Todeschini uma marca nacional. “Primeiro estamos resgatando o prestígio no Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso para depois expandir a marca nacionalmente”, conta Guimarães.

As massas e biscoitos Todeschini são feitas nas mesmas linhas de produção dos produtos Galo e Renata, nas fábricas instaladas no interior do Paraná e de São Paulo.
Lançamentos

Na Mercosuper, feira de supermercadistas paranaenses que aconteceu na última semana em Curitiba, a Selmi lançou os biscoitos de água e sal e laminados Galo e o biscoito Recheado Pica-Pau Chocolate com Baunilha da marca Todeschini. Os produtos já estão sendo comercializados e reforçam os mais de 300 itens do catálogo da companhia.

De olho no consumo de produtos saudáveis, Visconti lança batata doce palha

São Paulo – O consumo de produtos saudáveis é uma tendência global. No Brasil, a média de crescimento anual é de 20% desde 2012, contra 8% no mundo, segundo levantamento da Euromonitor.

De olho nesta tendência, a Visconti – marca da Pandurata Alimentos – lança a Batata Doce Palha: disponível na versão Extra Fina de 100g, com 30% menos sódio na sua composição, quando comparado com as demais opções disponíveis no mercado.

“Hoje o consumo de batata doce já está associado a uma alimentação mais equilibrada, pelos seus reconhecidos benefícios. Esse lançamento veio agregar ao produto in natura muito mais praticidade, crocância e diferentes possibilidade de uso em receitas, tudo isso a um preço acessível”, afirma Vivian Ramirez, gerente de Marketing da categoria.

Além da novidade, a marca também conta com a linha regular de batata palha, disponível em três versões (tradicional, temperada e extra fina).

Sobre

Maior indústria de produtos forneados do País e maior produtora de panettones do mundo, a Pandurata Alimentos é uma das principais empresas alimentícias do Brasil. Detentora das marcas e fabricante dos produtos Visconti, Bauducco e Tommy, e é distribuidora da marca Ovomaltine no varejo. Entre as principais categorias de atuação da Pandurata estão: Panettones, Biscoitos, Torradas, Bolos, Bolinhos e Chocolates.

Selo Pró-Amendoim: 100% das fabricantes certificadas oferecem produtos seguros para o consumo

Segunda, 24 Abril 2017 13:55 Escrito por Perspectiva Comunicação
As empresas participantes do programa da ABICAB passam por uma rigorosa auditoria periódica e análises de seus produtos

Todas as indústrias do setor de Amendoim que possuem o selo “Qualidade Certificada Pró-Amendoim-ABICAB” estão em conformidade com os requisitos da legislação e fabricam produtos à base de amendoim totalmente seguros, destinados tanto ao mercado interno quanto aos países para os quais exportam. Esta é a conclusão do resultado da 16ª edição do Programa Pró-Amendoim desenvolvido pela Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (ABICAB). O selo atesta que os produtos estão livres de aflatoxina, substância tóxica ao ser humano.

“O amendoim possui diversos benefícios para saúde e o programa garante que é um produto seguro para o consumo humano. As indústrias participantes passam por uma rigorosa auditoria periódica, além de monitoramento nos pontos de venda”, comenta o vice-presidente do setor de Amendoim da ABICAB, André Guedes.

Nestes 16 anos, as empresas com selo oferecem ao mercado somente produtos seguros, isto é, monitorados e dentro dos padrões oficiais, o que ajuda a qualificar o setor no País. “Este resultado é fundamental para mostrar aos consumidores e players do mercado a credibilidade do selo ‘Qualidade Certificada Pró-Amendoim-ABICAB’, estampado nas embalagens”, completa Guedes.

Empresas certificadas — Para garantir a credibilidade do Programa, as empresas Agtal (Enova Foods), Amenbra, Da Colônia, Dori Alimentos, Kuky (Maritucs), Verinha (Malta & Rezende), Santa Helena e Yoki (General Mills) passam por uma rigorosa auditoria periódica de Boas Práticas de Fabricação e Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle, realizada pela DNV-GL, empresa certificadora acreditada pelo Inmetro. Em paralelo, trimestralmente, a mesma empresa monitora nos pontos de venda produtos de amendoim aleatórios, para que eles sejam analisados por um laboratório reconhecido internacionalmente. Caso haja irregularidades, o material é encaminhado às autoridades competentes.

Saudabilidade — O amendoim é comprovadamente saudável por ser rico em ácidos graxos insaturados – benéficos à saúde –, por conter alta concentração de proteínas, fibras e vitaminas, além de promover saciedade por duas horas, proteger o coração e ter propriedades antioxidantes. A leguminosa, ainda, é benéfica para os idosos por ser rica em cálcio, ajudando a prevenir a osteoporose, e para as gestantes, pois, por ser uma excelente fonte de ferro, é primordial para o desenvolvimento do sistema nervoso do bebê.

Sobre a ABICAB

A Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (ABICAB), fundada em 1957, representa os maiores fabricantes do país junto às esferas pública e privada, no Brasil e no exterior. A indústria nacional representa em valor de venda R$ 25 bilhões, gerando mais de 42 mil empregos diretos e é considerada uma das maiores do mundo neste setor, sendo amplamente reconhecida pela qualidade e segurança de seus produtos. A ABICAB existe para desenvolver, proteger e promover as indústrias associadas, com o objetivo de estimular o consumo responsável. Atualmente, a entidade engloba a cadeia produtiva brasileira, representando 92% do mercado de chocolates, 93% do mercado de balas e confeitos, 62% do mercado de amendoim e 70% do mercado de cacau.

Ovos Mantiqueira lança sua primeira campanha publicitária em 30 anos

A Granja Mantiqueira, uma das 12 maiores do mundo e a maior produtora de ovos do Brasil e da América do Sul, lança com a agência 11:21 a primeira campanha publicitária da marca em 30 anos. É a primeira vez também que ovos ganham uma campanha no país.

As primeiras peças institucionais destacarão os 30 anos da marca no Brasil e o pioneirismo no desenvolvimento de granjas totalmente automatizadas, que permitem que o ovo chegue às embalagens, sem passar por mãos humanas. Na segunda etapa, a campanha apresenta os Ovos Gourmets, que têm como principal característica a gema forte com coloração intensa, indicada para receitas de chefs e cozinheiros da alta gastronomia, que pretendem realçar a cor dos pratos. A ideia é provar que toda dona de casa pode fazer pratos com toque gourmet, apenas usando os ovos da nova linha.

Com investimento inicial estimado em R$ 1,2 milhões e lançamento marcado para esta semana, a campanha será exibida em TVs aberta e fechada e mídia exterior, até o final deste ano. A comunicação começa focada no Rio de Janeiro, onde a marca tem grande capilaridade na distribuição e numa segunda fase deve se expandir para outros estados.

Para o diretor da agência, Gustavo Bastos, o grande desafio da campanha é falar com a dona de casa de todas as classes sociais. “Criamos cinco peças publicitárias e todo o roteiro foi pensado em elevar o humor e dinamismo junto a uma linguagem simples, para atingir todas as famílias sem distinção. O objetivo é causar uma revolução no mercado de ovos, fazendo com que o consumidor compre pela marca”.

“Temos um grande desafio, mas também uma grande oportunidade pela frente. Sempre brinco que fazer o marketing da Mantiqueira é muito fácil, já que o mais difícil é feito no campo pelo nosso time. A nós, só cabe contar ao público todos os diferenciais e todo o excelente trabalho feito pela empresa para levar um dos alimentos mais saudáveis de forma tão segura à mesa de nossos consumidores” comenta Amanda Pinto, Gestora de Marketing da Granja Mantiqueira.

Granja Mantiqueira — A empresa iniciou suas atividades na Serra da Mantiqueira e conta com unidades produtoras nos estados de Minas Gerais e Mato Grosso. Atualmente o grupo está construindo sua primeira fábrica de processamento de ovos, com investimento de R$ 25 milhões, em Primavera do Leste (MT).

A marca distribui seus produtos em quase todo território nacional, além do mercado internacional, como Oriente médio, África e Ásia. Em 2015 lançou uma inédita e extensa linha de ovos funcionais com diversas finalidades nutricionais, enriquecidos a partir de pesquisas, para oferecer ainda mais benefícios para todas as idades. Ao todo, a linha de ovos especiais Mantiqueira conta 10 tipos, sendo: Selênio (fortalece o sistema imunológico), vitamina E (protege contra o câncer e ideal para a melhora da pele), DHA e Colina (melhora o desenvolvimento e inteligência), ômega 3 (fortalece o coração e o sistema nervoso), além dos ovos Codorna, Jumbo, do Sítio e Galinha Pintadinha (linha infantil) e a nova Gourmet.

Outra novidade lançada em 2016 foram os ovos orgânicos, um desejo antigo da marca, fruto da parceria com a Fazenda da Toca, do empresário Pedro Paulo Diniz. Com distribuição nos principais supermercados do eixo Rio-São Paulo, a previsão é atingir todo o território nacional em 2017.

Com forte DNA social, a Granja lançou o primeiro Food Truck Social do país com proposta beneficente. O Egg Truck, como foi batizado, distribui desde 2015, lanches gratuitos com ovos e informações nutricionais do alimento para diversas ONGs e instituições no eixo Rio/SP. Em 2016, a Granja Mantiqueira lançou os “Ovos Solidários” para atletas, com parte da renda revertida para as atividades esportivas do Instituto Mangueira do Futuro. Este ano os “Ovos Solidários” terão parte da renda revertida para o Pró Criança Cardíaca.

Outro pilar forte da marca é o investimento constante em Ecologia, através do desenvolvimento de técnicas de preservação do meio ambiente. A granja cumpre sempre as mais rigorosas legislações pertinentes ao setor. A empresa, que é certificada pelo MAPA e pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, entre outras certificações, está alinhada com as práticas determinadas por órgãos reguladores no Brasil e internacionais, submetida regularmente à auditoria de qualidade e auditada pelas redes de supermercados do Brasil com as melhores notas.

Fenix Indústria e Comércio de Alimentos apresenta novidade na APAS SHOW 2017

O lançamento da marca Magic Fish é a polaca do Alasca íntegra empanada.

A polaca do Alasca íntegra empanada é o grande lançamento da Fenix Indústria e Comércio de Alimentos na APAS Show 2017. A maior feira supermercadista da atualidade ocorre de 2 a 5 de maio no Expo Center Norte em São Paulo. “Não existe no Brasil essa espécie de peixe selvagem, pescado em ambientes naturais, empanado na forma íntegra. No nosso caso é exatamente o que acontece: o peixe é cortado e empanado. Ao comprar o produto, o consumidor só precisa colocá-lo no forno, grill ou frigideira por alguns minutos e está pronto”, explica Márcio Ortega, diretor da Fenix. O novo produto estará à venda para todo o Brasil pelo preço médio de R$ 14,90 o quilo.

Terceira maior empresa privada de frango e peixe empanados do País, com as marcas Baita e Magic Fish, respectivamente, a Fenix possui uma vasta linha de produtos reconhecida pelo mercado por sua qualidade e sabor. Além de conciliar a praticidade e a agilidade necessárias para o dia a dia do consumidor. “Esse evento é uma grande vitrine do setor supermercadista, além de um pólo de negócios de extrema importância para o mercado em que a Fenix atua. O networking promovido na feira é bastante valioso e o custo por lead gerado, ainda que alto, vai ao encontro do target da empresa”, comenta Ortega.

Quem for ao estande da empresa poderá conhecer e também degustar os deliciosos produtos da marca. O portfólio da Baita é composto do filezinho de frango empanado, chicken, chicken com legumes, coxinha assada, tirinhas de frango, sobrecoxa de frango em cubos e o peito de frango em cubos. E as diferentes versões e espécies de peixes da Magic Fish como o filé de salmão em cubos, filé de pescada branca, empanados de peixe, filé de merluza, cação em postas e cação em cubos.

E pensando no público infantil, a Fenix apresenta sua linha de produtos tematizada da Liga da Justiça e Turma da Mônica. O chicken e o filé de frango empanados da Baita contam com os super-heróis estampados nas embalagens. Já a Turma da Mônica alegra o visual do peixe e salmão empanados da Magic Fish. Além do produto vir também no formato de peixes, cavalos marinhos, estrelas do mar entre outros. “É um atrativo para os pequenos. Muitos não gostam e não comem peixe, mas a nossa versão eles comem. Assim conseguimos unir o benefício do pescado, a qualidade do nosso produto com a diversão dos personagens, tornando a refeição uma deliciosa brincadeira”, comenta o diretor.

Fenix Indústria e Comércio de Alimentos — Fundada há 27 anos por Francisco Ortega, a Fenix Indústria e Comércio de Alimentos é uma empresa de grande porte 100% brasileira. É pioneira na produção e comercialização de peixe empanado criado no Brasil, com um rigoroso controle de qualidade de seus produtos e que está, constantemente, se reinventando lançando produtos únicos e inovadores.

Com atuação nacional, a empresa, atualmente, conta com 120 funcionários e sua unidade fabril, localizada na Vila Alpina em São Paulo, produz em média 900 toneladas de frango e peixe por mês. Comercializa seus produtos para órgãos institucionais, revendedores e varejo. Os produtos podem ser encontrados em grandes redes de supermercados como Rede D’avó, Rede Ricoy, Futurama, Rede Assai entre outros. Mais informações no www.magicfish.com.br e www.baitaalimentos.com.br ou pelo telefone 11 2912-2000.

APAS Show 2017, de 2 a 5 de maio, na Expo Center Norte – São Paulo. Localização do estande da Fenix na APAS Show 2017 – Pavilhão Azul – Rua B/6 – estande 202. | www.apasshow.com.br.

Derivados de leite de búfalas do RN avançam no exterior

A Tapuio Agropecuária, localizada em Taipu, cidade a 65 quilômetros de Natal, no Rio Grande do Norte, ampliou sua participação no mercado externo, neste mês, com o envio da primeira remessa de massa para mozzarella de búfala para a Nova Zelândia.

A massa é um produto pré-fabricado, que foi desenvolvido especialmente para uma indústria produtora de queijos naquele país que irá finalizá-lo, ou seja, transforrmá-lo em mozzarella pronta para o consumo. E as possibilidades de ampliação da exportação não param por aí: a empresa também está negociando vendas para Argentina e Chile.

“Acreditamos que, até 2021, cerca de 30% de nossa produção será direcionada ao mercado externo. No Brasil, nossa intenção é expandir a atuação para regiões onde ainda não estamos presentes”, diz o diretor executivo da Tapuio Agropecuária, Francisco Veloso.

Na primeira remessa para a Nova Zelândia, realizada neste mês de abril, foram enviados 100 quilos do produto congelado, via aérea, partindo do aeroporto de Natal. “Essa é a primeira exportação de produtos derivados de leite de búfala do Brasil para a Nova Zelândia. Inicialmente, nosso cliente irá testar e, se tudo sair como o planejado, a expectativa é firmar contrato por dois anos com volume significativo de vendas. Estamos muito otimistas em ver nossos produtos ganhando o mundo”, diz Veloso.

Único laticínio brasileiro autorizado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) a exportar derivados de leite de búfalas, a Tapuio já envia, a cada dois meses, desde o início do ano passado, uma tonelada de mozzarella bola para churrasco para Nova York, nos Estados Unidos, onde abastece uma cadeia de restaurantes. No caso dessas exportações, trata-se de um produto pronto, por isso, necessariamente, o envio precisa ocorrer via avião, já que a mozzarella é consumida fresca e precisa chegar ao destino final com agilidade.

No caso das exportações para a Nova Zelândia, por se tratar de envio de massa para mozzarella congelada, o envio mensal poderá ser feito por navio, em containers de 40 pés, diminuindo os custos. O frete via navio, segundo a empresa, é 90% mais econômico que o aéreo.

A ideia de exportar o produto pré-fabricado e congelado para ser finalizado em indústrias parceiras surgiu após a Tapuio receber gratuitamente orientações do consultor alemão Heinz-Günter Seibert, firmada entre a Federação das Indústrias do RN (Fiern) e entidades da Alemanha.

Com faturamento de R$ 22 milhões em 2016, a fazenda da Tapuio tem uma área de quase 500 hectares e contabiliza 1.400 cabeças de búfalos, da raça Murrah, originária da Índia. Desses animais, mais de 450 são búfalas em lactação, que produzem cerca de 3.000 litros de leite por dia, que resultam em cerca de 20 toneladas de queijos por mês.

No Brasil, a Tapuio comercializa sete tipos de queijo com a marca DiBufalo. Os queijos abastecem supermercados, restaurantes e hotéis em Alagoas, Ceará, Maranhão, Piauí, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Sergipe e no Distrito Federal.

Nova ordenha visa dobrar a produção até 2021

Uma ordenha rotatória que entrou em operação desde o início de março possibilitará dobrar a produção até 2021, ampliando das atuais 20 toneladas de queijo por mês para aproximadamente 40 toneladas, segundo a empresa. “Trata-se do primeiro laticínio de búfalas do país a contar com essa tecnologia, que foi importada da Irlanda do Norte e o primeiro do gênero na América Latina”, afirma a companhia.

O novo sistema, com capacidade para ordenhar até 160 animais por hora, é totalmente automatizado, desde o portão de aproximação dos animais até a medição do leite e pesagem dos animais.

Os búfalos também recebem uma identificação por chip e são alimentados de acordo com suas necessidades – uma vantagem em relação aos sistemas tradicionais em que os rebanhos são alimentados por lotes e correm o risco de gerar animais superalimentados ou subalimentados.

A primeira etapa do projeto, já finalizada, incluiu também a instalação de aerogerador para produção de energia e de biodigestor para produção de metano, a partir dos dejetos dos animais com consequente utilização na caldeira do laticínio, além da coleta e armazenamento da água da chuva nos quase 20.000 m2 de telhados das instalações da empresa. O próximo passo é a formação de um banco com pasteurização do colostro e a automação do sistema de alimentação dos bezerros.

Todo o processo – desde a extração do leite até a embalagem do produto – passa por um rigoroso controle de qualidade. Antes de entrarem na plataforma giratória para ordenha, os animais são higienizados. Na sequência, enquanto o carrossel gira, o leite vai sendo sugado e é canalizado diretamente para o laticínio, onde passa pelo processo de pasteurização. Após análise laboratorial da pasteurização, o leite é direcionado para a fabricação dos queijos. Ao final do processo, depois de embalado, novas análises físico-químicas e microbiológicas são realizadas para, então, os queijos serem liberados para distribuição.

Sobre a empresa

A Tapuio Agropecuária atua no agronegócio desde 1991, contando com um área de quase 500 hectares, no município de Taipu, a 65 quilômetros de Natal, no Rio Grande do Norte. Tem 1.400 cabeças de búfalos, da raça Murrah, que é de origem indiana e reconhecida pela fácil adaptação ao clima árido. Desses animais, mais de 450 são búfalas em lactação, que produzem leite para fabricação de 20 toneladas de queijo por mês. A produção, em quase sua totalidade, é voltada para o mercado nacional. Além disso, desde o início de 2016, a empresa exporta queijos de búfala para os Estados Unidos. A empresa também conta com mais de 100 mil aves, para produção de ovos, e com produção de queijo à base de leite de vaca. Na fazenda são gerados 146 empregos diretos.

As informações são da Tribuna do Norte.

Tambaú aposta mais uma vez na inovação da embalagem de doce

24 de abril de 2017
É nas prateleiras dos supermercados que acontece o grande contato entre uma marca e seus consumidores, um momento decisivo e a última chance das empresas conquistarem a escolha do público. Neste contexto, a embalagem exerce um papel fundamental. O que antigamente, era visto apenas como um simples invólucro, hoje é considerada uma ferramenta poderosa na expressão do posicionamento da marca.

Com um case de pioneirismo da embalagem da sua Goiabada, a Tambaú Alimentos resolveu apostar também na mudança visual da Bananada, segundo produto mais vendido na categoria de doces da empresa.  O doce deixou de lado a impressão offset no seu invólucro, ganhando mais visibilidade com a tecnologia de impressão total, inclusive nas bordas laterais. A mudança foi pensada pela Tambaú como estratégia para diferenciar o produto em sua categoria nas gôndolas dos supermercados, despertando além da atenção, o desejo de compra dos consumidores.

Através de um estudo a marca observou que no mercado os produtos da categoria de doces em corte eram apresentados em embalagens do mesmo formato e enxergou uma oportunidade de inovar, deixando de lado a impressão offset do seu invólucro e investindo em uma tecnologia de impressão total, inclusive nas bordas, para dar maior visibilidade ao doce.  A tecnologia utiliza um filme que é laminado na embalagem para garantir a cobertura total da tampa, além de possibilitar uma imagem de alta resolução na peça.

Pensada como estratégia para diferenciar o produto nas gôndolas dos supermercados, despertando a atenção dos consumidores, o investimento inicial teve seu resultado comprovado com o aumento do volume de vendas da Goiabada. Assim, a Tambaú decidiu dar continuidade à estratégia com a nova embalagem da sua Bananada.

A expectativa é que o mesmo ocorra com este doce e que em breve a proposta seja ampliada para toda a linha de doces da empresa.  “É preciso ter em mente que no ponto de venda (PDV) o produto terá poucos segundos para despertar a atenção dos consumidores diante da concorrência. Fazer a embalagem se destacar e conquistar os olhos do público é um ponto muito promissor para efetuar a venda. Para isso, é preciso sair na frente e pensar nessa estratégia comercial”, finaliza o gestor de suprimentos da indústria de alimentos.

Fonte: New Trade

Pão de Açúcar lança campanha de Páscoa em parceria com a Baci Perugina

Postado Em 13/03/2017 por Literal Link

A Páscoa do Pão de Açúcar deste ano será bem recheada. Além de trazer para os consumidores os melhores chocolates e Ovos de Páscoa, a rede de supermercados lança uma promoção em parceria com a empresa italiana Baci® Perugina® . A campanha começa dia 14 de março e termina em 16 de abril em todas as lojas Pão de Açúcar e Minuto Pão de Açúcar do país.

Para este ano a promoção terá duas premiações: na primeira, o cliente que comprar R$90 em Ovos de Páscoa Baci, ganha na hora uma xícara personalizada. A promoção é válida até o fim do estoque. Ele também passa a concorrer a uma máquina de café Illy. Para participar, é preciso se inscrever no hotsite da promoção (www.pascoacombaciperugina.com.br). Serão sorteadas 262 máquinas. A ação é válida para o Brasil. Já para as compras realizadas pelo e-commerce (www.paodeacucar.com.br), a promoção está disponível apenas para os Estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília.

Os produtos participantes da promoção são: Ovo Baci ao Leite 266g, Mini Ovos Baci Sachê 150g, Mini Ovos Baci Bag ao Leite 150g, Ovo Baci Egg Pasqua 266g, Ovo Baci Extra Amargo 266g, Mini Ovos Chocolate Amargo 150g e Mini Ovos Baci Sortido 150g.

Além de rechear as lojas com os melhores chocolates nacionais, a rede traz marcas como Galler, The Tea Room, Baci e Lindt, para quem deseja apreciar sabores inusitados do mundo, incluindo opções em Ovos de Páscoa orgânicos e sem lactose.

O Pão de Açúcar negociou antecipadamente com os fornecedores para trazer os melhores produtos desta época para todas as lojas de todo Brasil. A rede reforçou também os estoques com os itens mais pedidos, valorizando ainda a produção própria de bolos de Páscoa e colombas pascais, além do sortimento de marcas importadas, como Casino e Club des Sommeliers (vinhos).

Fonte: http://paranashop.com.br/2017/03/pao-de-acucar-lanca-campanha-de-pascoa-em-parceria-com-a-baci-perugina

“Líderes do Varejo” terá sorteio de brindes em todas as apresentações

– 13/03/2017

Uma das principais novidades da programação da Associação Mineira de Supermercados (AMIS) em 2017 é o evento Líderes do Varejo. O encontro proporciona um ambiente ideal de relacionamento, negócios e atualização para os líderes supermercadistas regionais e fornecedores.

O evento é promovido pela Associação Mineira de Supermercados (AMIS) e terá sua estreia em Caratinga, no dia 15 de março, nas instalações do América Futebol Clube (Rua Dr. Maninho, 316, Centro). Participantes das 20 cidades da microrregião devem comparecer ao evento. Na programação, que vai das 13h às 19h, estão case de sucesso, circuito de negócios e uma palestra magna. Haverá também o sorteio de brindes para os participantes presentes em todas as apresentações.

Programação

O credenciamento começa às 13 horas e às 14 horas haverá a abertura oficial do encontro seguida de apresentações de mensagens dos patrocinadores. Às 14h30, os participantes vão conhecer um case de sucesso do Grupo Santa Helena, de Sete Lagoas, uma empresa referência no segmento supermercadista. Com sete lojas na cidade, é pioneiro em vendas por telefone e pela internet inclusive para clientes em Belo Horizonte. Quem vai apresentar o case é o diretor da empresa, Antônio Roberto dos Reis Bastos.

Depois é a vez da palestra magna: “Tendências do Setor de Supermercados – Desafios e Oportunidades”. O objetivo é apresentar o cenário atual e as projeções para 2017, bem como tendências do público consumidor e formatos de lojas.

A palestra começa às 16h30 e terá a apresentação do psicólogo, especialista em gestão e marketing Antônio Claret Nametala. Em seu currículo constam atuações destacadas como diretor de MKT e Comercial do Cruzeiro Esporte Clube e do Minas Tênis Clube e presidente do BH Convention e Visitors Bureau. Atualmente, Claret é CEO do Grupo Nonna Eventos e RH, é palestrante de temas motivacionais e superintendente da AMIS.

No intervalo das duas palestras, haverá um circuito de negócios, degustação e apresentação de produtos das empresas apoiadoras do Líderes do Varejo.

Inscrições – a participação é gratuita para os associados da entidade. Os diretores de empresas não associados à AMIS também podem participar dos encontros, mas antes devem se informar sobre as condições de participação.

Antecipe sua inscrição:

Informações sobre o evento: 31 2122-0500 – relacionamento@amis.org.br

Patrocínio Circuito de Negócios:

Patrocínio Palestra:

Fonte: http://www.portalamis.org.br/?secao=noticias&id=2546

Cervejaria Brauns Bier inicia produção no próximo mês

Já está em fase de conclusão, no Distrito Industrial Cyro Martins, em Ponta Grossa, a instalação de uma nova cervejaria artesanal no município. Trata-se da ‘Brauns Bier’, originária de Curitiba, que está instalando sua primeira unidade fabril na cidade. Com um investimento estimado em R$ 700 mil, a parte da construção já está concluída, com a previsão de iniciar a produção já no mês de abril. A microcervejaria terá capacidade instalada inicial de produção de 10 mil litros de cerveja por mês.

Milena Brauns, sócio-proprietária, explica que a intenção era construir a cervejaria em Curitiba, já que a ideia nasceu lá. Porem, com a mudança dela e de seu marido, o idealizador do projeto, Jarbas Brauns, o projeto foi transferido para Ponta Grossa. “A ideia inicial era construir em Curitiba, até encaminhamos lá uma relação com busca de terreno. Mas acabamos nos mudando para cá e, devido à facilidade com a Prefeitura, com incentivos, estamos muito esperançosos e contentes por ter dado tudo certo aqui. Fomos muito bem acolhidos”, declarou ela, que além de seu marido, tem como sócio Rogério Garcia, de Curitiba.

Ela explica que atualmente a empresa já produz, porém, em uma cervejaria terceirizada na capital. Assim, a unidade em Ponta Grossa será a primeira da Brauns. A área construída inicial é de 400 metros quadrados, mas instalada em um terreno de 4 mil metros quadrados, cedido para a prefeitura, que permite a expansão. “Esse é o projeto. Começamos pequeno, dentro do orçamento, como poderia. Mas temos a pretensão de, com muita humildade, crescer e aumentar”, explica.

As obras físicas foram iniciadas em março do ano passado e concluídas no início deste. Os equipamentos para a produção chegaram e profissionais estão no processo final de montagem, para colocar as máquinas para funcionar. Assim que a produção for iniciada, haverá a contratação de funcionários para o processo produtivo.

Neste primeiro momento, serão produzidos dois tipos de cerveja: a ‘Wit’, carro-chefe da empresa, de estilo belga, leve e com bastante especiarias; e a Ipa, de alto amargor, com estilo cítrico e estilo americano. Elas serão envasadas em barril e a comercialização será iniciada em maio. Futuramente, a produção também será envasada em garrafas e latas para ser comercializada.

Investimento contribui para as finanças do município

O Secretário Paulo Carbonar disse estar muito feliz satisfeito coma quase conclusão da obra, lembrando que, quando em operação, irá contribuir para a geração de mais impostos ao município, ampliando as receitas que serão aplicadas em educação, saúde e segurança. “Além de ser mais uma microcervejaria que fortalece esse núcleo na economia municipal, estamos colocando em prática o que o município se propõe a fazer, ao incentivar investimentos e a geração de empregos, graças a lei da Prodesi, que tem se concretizando e fazendo os investimentos acontecerem”, destaca.

Fonte: http://arede.info/ponta-grossa/148569/cervejaria-brauns-bier-inicia-producao-no-proximo-mes